• Facebook Social Icon
  • LinkedIn Social Icon
  • Blogger Social Icon

© 2017 por Multicentro Saúde. 

Qual é a diferença entre alimentos In Natura X Alimentos Processados

 

 Alimentação saudável é mais do que somente a ingestão de nutrientes, devemos considerar o prazer da comida, os significados dela no contexto social e as necessidades de cada indivíduo. Este conceito também engloba o conhecimento por trás das escolhas alimentares, desde a consciência ambiental até a leitura de rótulos.O processamento de alimentos tem suas vantagens, pois facilita o preparo e aumenta a vida de prateleira dos produtos, entretanto, diminui suas propriedades bioativas. Em geral, quanto maior o grau de processamento, menos características são preservadas e mais aditivos complementares são acrescentados.

 

Os alimentos podem ser classificados em três categorias que expressam o grau de processamento:

 

1- Alimentos minimamente processados e alimentos in natura

Aqueles obtidos diretamente de plantas ou animais, sem que tenham sofrido qualquer alteração industrial

 

​2- Alimentos processados

Produtos fabricados a partir dos alimentos minimamente processado ou in natura, adicionados de sal ou açúcar

 

3- Alimentos ultra processados 
Produtos que sofrem modificações em diversas etapas indústrias, adição de outros ingredientes, principalmente aditivos alimentares como conservantes e corantes.

 

Um suco de caixinha sabor abacaxi é abacaxi “de verdade”? Não! O alimento in natura era o abacaxi, a fruta inteira, com as fibras alimentares e todas as vitaminas e minerais características dele. Se este abacaxi tivesse sido, somente cozido em calda açucarada, esterilizado e embalado, seria o abacaxi em caldas que compramos enlatado, como produto processado. Mas o néctar, sabor abacaxi, que compramos para beber, já é acrescido de bastante açúcar e quase nada de polpa. Ou seja, já não é substituto da fruta, não é alimento “de verdade”.

 

O mesmo acontece com o salgadinho de pacote, que é o produto ultraprocessado do milho ou da batata, acrescido de muito sal (sódio), gorduras, conservantes e corantes. E muitos outros exemplos como bolachas, biscoitos, refrigerantes, chocolates, doces, balas, salsicha, linguiça, macarrão instantâneo, etc.

 

Para identificar alimentos “de verdade”: Leia o rótulo!

 

Alimentos de verdade apresentam a lista de ingredientes com poucos componentes, cujos nomes são de conhecimento geral. Se esta lista for longa e com produtos da nomes estranhos, desconfie.

 

Tem dúvidas? Quer saber mais como ler corretamente rótulos de alimentos? Uma das estratégias que ensino aos meus pacientes é a compreensão e atenção às embalagens, pois alimentar-se bem é saber o que estamos comendo!

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

É possível controlar a ansiedade ao comer?

April 29, 2018

1/10
Please reload

Posts Recentes

February 25, 2019

February 13, 2019

January 29, 2019

January 28, 2019

January 23, 2019

Please reload

Arquivo